Gripe espanhola vs Covid 19

gripe espanhola vs covid 19

Quando a pandemia do novo coronavírus começou não foram poucos os que fizeram a comparação gripe espanhola vs covid 19. Mas ela tem motivo?

A verdade é que ambas as pandemias assolaram o mundo de forma vertiginosa. Outro ponto interessante é que em ambos os casos a doença já havia se espalhado por Europa e Estados Unidos.

O que se manteve, no entanto, foi o fato de o Brasil não se preparar efetivamente para enfrentar a doença. Nos dois casos, pouco se fez como preparação e os resultados foram catastróficos.

Origem

Na comparação entre gripe espanhola e Covid-19 o que se tem é uma diferença que pode virar a cabeça de alguns. Isso, principalmente, para quem acredita que o vírus é uma arma chinesa.

A covid-19 foi identificada como uma doença originária de um vírus que surgiu pela primeira vez na China. Assim, a cidade de Wuhan ficou conhecida como sua origem.

Já a gripe espanhola tem história mais interessante. A Espanha não participou da Primeira Guerra Mundial, então, quando surgiram os primeiros casos, o país logo alertou o mundo.

No entanto, nos campos de batalha a doença já alastrava. O que se sabe hoje, é que a doença, provavelmente, surgiu nos estados do Kansas e Nova York, nos Estados Unidos.

Gripe espanhola vs covid 19 – Sintomas

A gripe espanhola também tinha como sintoma corriqueiros a febre, a dor de cabeça, cansaço, dor no corpo, diarreia e letargia. Da mesma forma, a insuficiência respiratória levava à morte.

Outro ponto interessante é que também naquela época apostou-se em remédios milagrosos. Não era incomum que medicamentos sem comprovação científica fossem indicados como salvadores.

Isolamento social

Na análise entre a Covid-19 e a gripe espanhola o que se vê é a importância do isolamento social. No Rio de Janeiro, por exemplo, as pessoas eram aconselhadas a andar a pé, no lugar de usar os bondes.

Como as aglomerações começaram a ser desestimuladas, a cidade toda parou. A imunização só veio depois que a devastação matou milhares de pessoas e houve uma autoimunização.

Mortes

Um dos maiores problemas do passado era a ciência e medicina ainda muito imaturas. Assim, com a gripe espanhola perderam-se entre 50 e 100 milhões de vidas no mundo todo.

A covid-19 ceifou, até o momento, 2.78 milhões de vida no mundo. É muito, mas a medicina conseguiu salvar muitas pessoas no caminho.

Conclusão

Como você pode perceber, na análise gripe espanhola vs covid 19 é possível encontrar muitas similaridades. A diferença é que agora temos a ciência, e ela pode fazer a diferença.